Publicado em Deixe um comentário

A NOSSA VOCAÇÃO (CHAMADO)

Texto Base: EF. 4:1

Desde que criou o homem, DEUS vem chamando, pelo nome, pessoas para serem cooperadoras com ELE em Seu propósito terno para com a humanidade.
Ao examinarmos a história da humanidade desde os seus primórdios, principalmente nos registros das Sagradas Escrituras, podemos ver o impacto causado em seu tempo, por homens e mulheres que, quando chamados pelo SENHOR, se dispuseram a atender o Seu chamado (vocação).

Vamos conhecer a história de algumas pessoas a quem DEUS chamou e que atenderam o Seu chamado…

Adão
Certamente que a primeira pessoa a quem DEUS chamou pelo nome, para cooperar com ELE em Seu propósito eterno em relação ao planeta Terra, e para com a raça humana, além, é claro, dos animais que povoavam a Terra. Prova de que DEUS compartilhou com Adão de Sua vontade, é que este (Adão), transmitiu a seus filhos aquilo que DEUS lhe houvera transmitido… Os filhos que tiveram inicialmente – Caim e Abel – receberam instrução de Adão sobre oferecer algo a DEUS… Claro que dos dois, Abel obedeceu o princípio implícito na oferta – o sacrifício – pois trouxe a DEUS do melhor de suas ovelhas (GN. 4:4). Posteriormente, ao nascer o filho de Sete, o 3º filho de Adão e Eva – tendo em vista que Abel foi assassinado por Caim – “começou-se a invocar o Nome do SENHOR” (GN. 4:26). Desde então passou a haver uma clara distinção entre os “filhos de DEUS” (LC. 3:23-38), e os “filhos da terra” (descendência de Caim) – GN. 34:1.
Geração após geração, os filhos de DEUS foram catequizando seus filhos, repassando verbalmente as instruções que DEUS houvera dado a Adão, passando a se tornar o “legado” de Adão à sua descendência, um legado que competia com uma outra herança deixada por ele – o pecado e a morte (RM. 5:12).

Enoque
Este homem, após o nascimento de seu filho Matusalém, desenvolveu um relacionamento tal com DEUS, ao ponto de ser por ELE trasladado (sem experimentar a morte física) – GN. 5:21-24.

Noé
Com o passar do tempo, os homens foram se corrompendo desde a infância (GN. 8:21; 6:5). Contudo, em meio à geração daquele tempo, uma pessoa, dentre todas, buscou um relacionamento pessoal com DEUS… Era um homem cujo nome era Noé – GN. 6:8,9. Noé cresceu, casou-se e teve três filhos – Sem, Cam e Jafé (GN. 5:32; 6:10). Ele transmitiu a seus filhos uma educação diferente da educação da sociedade de seu tempo… Noé foi chamado por DEUS para realizar uma obra, ele deveria construir uma “arca” (caixa de madeira) de proporções gigantescas, com medidas específicas (GN. 6:14, 15). As instruções para a construção de tal arca envolviam não apenas o tipo específico de madeira (gofer) como também o formato e as repartições que ela deveria ter. Noé deveria seguir à risca as orientações sobre tal construção. Por ter um relacionamento pessoal com o CRIADOR, não se corrompendo como o resto da humanidade, DEUS não apenas alertou Noé sobre o dilúvio que viria, mas também lhe orientou sobre como poderia salvar-se e também à toda sua família, além, é claro, de muitíssimos animais – GN. 6:14-20. 7:1-7, 23; HB. 11:7.
Noé, com sua obediência, mudou não apenas a história de sua família, mas também a própria história do mundo, porque a partir dos seus três filhos, povoou-se toda a Terra – GN. 9:19.

 

O Povoamento da Terra após o Dilúvio

Os descendentes de Sem povoaram as regiões Asiáticas estendendo-se desde o Oceano Indico até às praias do Mediterrâneo. Profeticamente Noé vai dizer: “Bendito seja o Senhor, Deus de Sem” e “Habite Deus nas tendas de Sem”, vindo mais tarde Abraão a ser descendente de Sem, assim como Jesus Cristo o Messias.

Os descendentes de Jafé, habitaram as ilhas do Mediterrâneo e a Ásia Menor. Acerca de Jafé, Noé proferiu as seguintes palavras, que se cumpriram e estão se cumprindo: “Alargue Deus a Jafé”. A história tem testemunhado este alargamento proveniente da raça ariana. Basta olharmos que os maiores impérios da história têm sua origem em Jafé.

Por último resta-nos Cam. Por causa do seu carácter e sobretudo de seu filho Canaã, Cam, foi amaldiçoado. Sua sentença foi ser serviçal de seus irmãos. Sua descendência seria serviçal da descendência de seus irmãos. Os filhos de Cam implantaram-se em África, no litoral Mediterrâneo da Arábia e na Mesopotâmia.

 

continua…