O RISCO DO ENTRETENIMENTO PARA O CRISTÃO

A palavra “entretenimento” tem sua origem no espanhol, e significa ato ou efeito de entreter(-se), de distrair(-se).  Esse termo deriva do verbo espanhol “tener”, sendo, então, a junção de duas palavras: “entre” e “tener”. Ou, “ter entre” ou “distrair-se enquanto”…

Entendendo… o indivíduo está em algum lugar para algo específico, mas, enquanto não faz o que deve, passa o tempo se distraindo.

Cabe aqui lermos alguns textos da Palavra de DEUS…

Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor,  não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.

E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;

E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”

(LC. 10:40-42)

“E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados Semeador_01com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;”

(Lucas 8 : 14)

Quando o SENHOR falou ao povo os mistérios do Reino dos Céus através de parábolas, lhes propôs a Parábola do Semeador… É interessante percebermos a evolução das verdades reveladas ao longo dessa parábola, pois nela JESUS mostra os quatro tipos de pessoas a quem o Evangelho é pregado… Cada tipo de solo, é um tipo de “coração” ou de “ouvinte”, como podemos ver…

Em Mateus 13:3 em diante, JESUS fala: “Eis que o Semeador saiu a semear…”

Mas é importante entendermos que a semente é a Palavra de DEUSMC. 4:14

Vejamos, agora, como as “distrações” (entretenimento) atuam no coração das pessoas:

E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear.

Mateus 13:3

E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.

Mateus 13:7

e o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera;

Mateus 13:22

E outra caiu entre espinhos, e, crescendo os espinhos, a sufocaram, e não deu fruto.

Marcos 4:7

E os outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra;

mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas, e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera.

Marcos 4:18-19

Esta é, pois, a parábola: a semente é a palavra de Deus;

Lucas 8:11

e a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram, e, indo por diante, são sufocados com os cuidados, e riquezas, e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;

Lucas 8:14

Também encontramos em Hebreus uma séria advertência:

Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta,

Hebreus 12:1

Ao longo das Escrituras, portanto, vemos que devemos fugir não apenas do “pecado”, mas também de tudo aquilo que, de uma forma ou de outra, nos impede de correr a carreira que DEUS determinou para nós.

Ainda dentro desse cuidado, do tipo de vida que estamos vivendo – se estamos ou não no centro da vontade de DEUS – temos que tomar muito cuidado com os exemplos “negativos” que nos são mostrados pela Palavra de DEUS.

Ai deles! Porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Corá.

Judas 1:11

Eis que esta foi a maldade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca esforçou a mão do pobre e do necessitado.

Ezequiel 16:49

Observemos com temor qual foi a “maldade” de Sodoma… Soberba, fartura de pão e abundância de “ociosidade”… Isso fez com que fosse destruída. Como filhos de DEUS, temos que tomar cuidado com a “soberba”, pois foi ela quem derrubou o diabo, a fartura de pão e excesso de ociosidade, que nada mais é do que uma vida “confortável demais”… Todas essas coisas nos afastam de DEUS… Que busquemos ao SENHOR e sejamos livre das “distrações” desse mundo, a fim de produzirmos frutos para DEUS e O glorifiquemos.

Print Friendly, PDF & Email

Sobre Carlos Alberto Bachtold

Cristão, discípulo de JESUS CRISTO, profeta. Casado com Adriana Bahiense Scansetti Bächtold, temos dois filhos: Daniel e Débora. Atualmente resido em Foz do Iguaçu, onde busco ser semelhante a JESUS, crendo em tudo o que ELE ensinou e obedecendo a tudo o que ELE ordenou. Para isso busco viver segundo o Evangelho do Reino, procurando fazer discípulos por onde vou. No momento atuo como professor de ensino fundamental na Rede Municipal de Educação.
Esta entrada foi publicada em verdade. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.