Publicado em Deixe um comentário

Igreja ou Organização?

Leitura: MT. 16:18; 18:17 – AT. 2:1; 2:2; 1:13,14; 12:5,11,12; 11:24-26.

Interessante observarmos sentenças como: “reunidos no mesmo lugar”; “o Espírito Santo encheu toda a casa onde estavam assentados”.

Observamos, nos textos acima, que o lugar onde os cristãos estavam reunidos, quando receberam o enchimento do Espírito Santo, era uma moradia, uma casa. Não estavam “no templo” em Jerusalém, mas numa casa.

Observamos, também, que as pessoas que criam eram “batizadas” “imediatamente”, passando, então, a “estar junto”. Em Atos 12, vemos Pedro guardado na prisão e “a igreja fazendo oração por ele”. Logo após ser solto, Pedro não vai para um templo, mas “para a casa de Maria, onde muitos estavam reunidos e oravam”.

Enfim, ao procurarmos, no Novo Testamento, pela palavra “Igreja”, observamos que ela sempre esta associada à “pessoas”, e não “a um templo” ou “construção específica”. Antes, está relacionada com as pessoas que se identificam com CRISTOAT. 11:24-26.

Em parte alguma das Escrituras Sagradas a palavra igreja está relacionada a um templo religioso, como o fazem em nossos dias.

Na Bíblia, o termo Igreja está vinculado aos “discípulos de JESUS CRISTO” em determinada localidade – todos os que moram numa mesma cidade; e cada igreja era “independente”, isto é, não existia uma “igreja matriz” e “suas filiais”.

No início do cristianismo, na verdade, nem mesmo denominações existiam. Os seguidores de JESUS eram identificados com termos como:

  • discípulos – MT. 8:23; 10:1;
  • irmãos – AT. 11:1; RM. 1:13;
  • santos – RM. 1:7; 1 CO. 1:2;
  • cristãos – AT. 11:26

Quanto às igrejas, estas se identificavam com a cidade onde se encontravam os discípulos, como vemos nos textos a seguir:

  • AT. 2:47; 8:1,3;
  • 2 CO. 1:1
  • 1 TS. 1:1
  • AP. 1:4; 2:1,8,12,18; 3:1,7,14

Cada carta, no Novo Testamento, quando direcionada à uma “igreja”, era à igreja em determinada cidade. Em Apocalipse, temos as “sete igrejas da Ásia”, e em seguida, são citadas sete cidades da Ásia, com “uma igreja em cada cidade”.

No Novo Testamento, quando é mencionado “igrejas”, sempre está se referindo a uma região que abrange várias cidades, portanto, várias igrejas.

A ideia de formar “grupos” de cristãos, divididos por suas “lideranças”, é reprovada na Bíblia – 1 CO. 3:1-7; 12:12-27. Entretanto, embora reprovada, a divisão foi profetizada nas Escrituras como sendo um sinal do fim dos tempos, uma marca da apostasia.

É bom atentarmos e refletirmos no que a Bíblia nos fala a esse respeito:

2 JO. 9-11; 1 JO. 2:19; 2 PE. 2:1-15; 2 TM. 4:3,4; 1 TM. 4:1-3; CL. 2:8 e referências.

Certamente se refletirmos em oração diante do SENHOR sobre cada um desses textos, e sobre esse conjunto, não teremos dúvidas em qual atitude tomar em nossos dias.

Print Friendly, PDF & Email

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.