Publicado em Deixe um comentário

A Bíblia – Palavra de DEUS ou um livro de fábulas?

Caro(a) Leitor(a),

Independentemente de sua formação cultural, religião, partido político, posição social, ou de qualquer coisa, sua eternidade está diretamente relacionada com o que você acredita ser A Bíblia Sagrada…  Se você tem a Bíblia como um mero “livro de fábulas”, então certamente sua vida não é orientada por seus princípios, e sim pelas suas próprias ideias. Porém, se a Bíblia é a Palavra de DEUS, então certamente você direciona sua vida pelos valores e ordenanças que ela contém.

bibliaNa verdade, a grande maioria das pessoas tem a Bíblia como um livro “religioso”, ou “para ser usado dentro da religião”… Entretanto, a Bíblia é muito mais que um simples livro religioso… Ela é a Palavra de DEUS escrita, é a base de conduta para aqueles que querem viver uma vida piedosa, e que querem, acima de tudo, agradar a DEUS.

Já parou para refletir sobre isso?

Não importa qual sua religião, seu partido político, sua preferência esportiva, nem tampouco sua situação atual em qualquer sentido… O que importa, leitor(a), é que há muitos séculos atrás DEUS escolheu homens a quem inspirou e ordenou que registrassem o que ELE lhes falava e mostrava… Dessa inspiração, surgiu a Bíblia Sagrada… Não um livro comum, mas um livro inspirado, que levou cerca de 1.600 (hum mil e seiscentos) anos para ser escrita, por pessoas de diferentes épocas e posições sociais.

A despeito da incredulidade de muitos sobre a forma sobrenatural como foi escrita, as evidências históricas não deixam margem para dúvidas… Ela é a Palavra de DEUS:

Apenas para citar dois fatos:

  • Davi, um pastor de ovelhas, filho de Jessé, e que chegou a  ser rei em Israel, descreveu com detalhes a crucificação de JESUS, que aconteceria 1.000 (mil) anos depois – Leia o Salmo 22.
  • O profeta Isaías, que viveu 700 (setecentos) anos antes do nascimento de JESUS, profetizou sobre o Seu nascimento (que nasceria de uma virgem), e inclusive mencionou sua dieta durante a infância.

Esses dois fatos, narrados com precisão séculos antes que acontecessem, nos mostram que ela não é um “livro comum”, nem um livro “de histórias”. Ela é, de fato, a Palavra de DEUS.

Será, caro(a) leitor(a), que isso é o suficiente para convencer você a procurar, na Bíblia, a orientação para sua vida???

Publicado em Deixe um comentário

A VIDA QUE VENCE

Leituras: JO. 16:33/ 1 JO. 5:4; HB. 11:1; 1 CO. 3:11; HB. 12:1,2; JO. 14:23

liberto

Olhemos à nossa volta!

A despeito de toda tecnologia, de todos os avanços científicos e da multiplicação da informação, o mundo está caótico, a desordem vem aumentando à niveis exponenciais e astronômicos.

O acesso facilitado à informação a nível global não tem, em nada, auxiliado na solução dos conflitos que têm submergido a humanidade na violência e na corrupção.

A desordem começa se estabelecendo na vida do indivíduo, atinge sua família, seu lar, e por último se amplia e envolve as comunidades e a sociedade com um todo.

Não importa a quantidade de mecanismos que a sociedade crie para tentar conter a crescente criminalidade ou reduzir a violência, querer acabar com a corrupção, a violência e com a criminalidade na sociedade é mera utopia. Mesmo porque o que vemos é tão somente a manifestação exterior de um tipo de vida interior; é o resultado, o produto da natureza humana herdade de Adão, e isso, após sua queda, sua contaminação.

A genética adâmica, associada com os valores deturpados do “anjo do abismo”, tem sido a causa de todos os males que têm assolado a humanidade!

Usando as palavras de JESUS, essa geração é uma “geração perversa”, são “raça de víboras” – DT. 32:5; MT. 12:45; AT. 2:40; MT. 3:7; 12:34; 23:33; LC. 3:7.

Além dos mecanismos sociais, religiões brotam em todas as partes, variam suas doutrinas e liturgias, mas tampouco elas têm ajudado a reduzir o crime, a corrupção ou a violência. E isso por um motivo muito simples: As religiões têm se tornado meros “clubes sociais”, fundadas e controladas por homens igualmente corruptos e corrompidos, e têm até mesmo aumentado a injustiça social.

Em suma, a única solução é uma “Nova Vida”!

É necessário que o homem, como um receptáculo, seja infundido com a vida Divina; é preciso que o homem, cuja essência é má desde sua infância, seja regenerado, seja submetido a um novo governo, não da sua alma corrupta, nem da sua carne corrompida, mas do Governo Divino.

A vida que vence a corrupção do mundo e o pecado é a vida de CRISTO! A vida de Adão foi vencida pelo pecado, tornando-se sua escrava. Assim, os descendentes de Adão ficaram igualmente vendidos ao pecado.

Somente sendo de fato preenchidos com a vida de CRISTO é que vencemos a corrupção e o pecado.

Quando fomos gerados, herdamos de nossos pais suas próprias características genéticas, afinal, temos o mesmo DNA, somos geneticamente iguais.

O mesmo ocorreu com os nossos pais, e com os pais deles, e com seus ancestrais… E isso remonta até o primeiro casal – Adão e Eva.

Todos nós herdamos a natureza de Adão, suas características físicas e morais… Como ele, estamos corrompidos, e por isso somos maus desde nossa infância – GN. 6:5; 8:21.

Daí a necessidade de sermos incluídos em CRISTO, de “nascermos de novo” – JO. 3:3-5.

Enquanto não nascermos de DEUS, somos filhos da ira – EF. 2:3 – estamos mortos espiritualmente – EF. 2:1.

Quando ouvimos o verdadeiro Evangelho do Reino de DEUS (não as pregações religiosas de hoje) e nele cremos, nos arrependendo de nossa vida fora do governo de CRISTO, fazendo o que queríamos, somos então incluídos em CRISTO (MC. 15:15,16) por meio do batismo nas águas (por imersão).

A tal processo – que ocorre somente por meio da ação sobrenatural do Espírito Santo e da Palavra de DEUS – a Bíblia chama de “nascer de novo”.

Ao ser regenerado pela Palavra de DEUS (1 PE. 1:22), o homem recebe em si a vida de CRISTO JESUS, a vida que vence.

boasobras

Publicado em Deixe um comentário

RESTAURAÇÃO

Quando buscamos o sentido da palavra “restauração”, encontramos como significado “devolver algo ao seu estado original ou a um estado anterior”.

usa-me-senhor1       Restauradores de arte, por exemplo, são os profissionais que conseguem restaurar obras de arte que foram danificadas pela ação do tempo, corrigindo as imperfeições de modo que o objeto restaurado retome suas características originais.

       Em se tratando do homem, ele necessita de uma restauração, pois desde que foi criado, acabou perdendo suas características e também seu propósito “original”.

       Encontramos na Palavra de DEUS que ao criar o homem “à Sua imagem”, o Criador pretendia encher a Terra com uma família piedosa (ML. 2:15). DEUS deseja que a Terra seja habitada por pessoas mansas (MT. 5:5; SL. 37:11), por pessoas que dependam de DEUS e vivam de forma justa (SL. 37:9,29). Em outras palavras, DEUS quer a Terra povoada pelos Seus filhos.

Entretanto, hoje “o mundo jaz no maligno”, pois o Diabo vem enganando a todo o mundo, conduzindo as pessoas como ele quer, sem que elas percebam (1 JO. 5:19; AP. 12:9; EF. 2:2,3).
A despeito disso, o propósito de DEUS permanece o mesmo, pois nenhum dos Seus planos é frustrado (Jó 42:1), nada pode impedir os planos (pensamentos) de DEUS.
Contudo, há a necessidade de buscar-se voltar ao Plano Original do Criador, a fim de que o homem seja “restaurado”.

Infelizmente a humanidade foi corrompida, e o domínio da Terra, outrora entregue ao homem – GN. 1:26; SL. 115:16 – passou a ser do Diabo (LC. 4:5,6).

Sendo assim, o mundo vive debaixo do governo de Satanás, daí a razão de tanto ódio, violência e rebelião, manifestos no mundo inteiro.

DEUS tem um propósito para o homem, mas o homem tem estado alheio a esse propósito. Deixou de ouvir a voz de DEUS – GN. 3:8 – para ouvir ao Diabo – GN. 3:4 – e vemos qual é o resultado… Corrupção – MQ. 2:10.

Todavia, eu e você podemos fazer algo para sermos salvos dessa geração perversa – AT. 2:40. É preciso que demos ouvidos ao Evangelho do Reino de DEUS. Não me refiro aqui ao que está sendo pregado pelas religiões, uma mistura de preceitos humanos mesclados com  textos das Escrituras. Não me refiro ao “evangelho de ofertas”, centralizado nas necessidades humanas. Refiro-me à dar ouvidos ao que a Bíblia Sagrada diz, ao que JESUS ensinou e praticou; à doutrina dos apóstolos, encontrada nas páginas das Escrituras Sagradas.

Ao praticarmos os ensinamentos de JESUS, seremos então restaurados, retornando ao plano original de DEUS para nós!