O Papel da Igreja em Meio à Pandemia


Como o coronavírus se compara com a gripe? Os números dizem que ...

Desde o surgimento desta pandemia em meio à qual nos encontramos não apenas em nosso país, como também em todo o planeta, as pessoas têm estado extremamente temerosas quanto à uma possível contaminação com o “coronavírus” ou “COVID19”.

Nos países da Europa, onde é maior o índice de pessoas idosas, o número de mortes é alarmante, ainda que pessoas de idades variadas – e não apenas idosos – têm morrido por complicações causadas pelo vírus.

O novo vírus parece capaz de infectar milhões de pessoas. A gripe comum, com seu número reprodutivo de 1,3, causou no ano passado entre 20 e 30 milhões de doentes nos EUA, segundo os Centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC), o que significa 7% da população norte-americana. Na Espanha, contando apenas casos leves que chegam aos prontos-socorros, o sistema de vigilância da gripe estima meio milhão de contágios. Seu crescimento tem potencial para ser rapidíssimo. Se partirmos de 20 doentes de cada doença e assumirmos um ciclo de contágios de sete dias, após 12 semanas haveria 466 infectados pela gripe comum e mais de 30.000 pelo coronavírus CoV-19.

O coronavírus também parece ser mais letal que a gripe. Em Wuhan, cidade chinesa que foi o primeiro epicentro da epidemia, 2% dos doentes detectados morreram, e fora de lá a cifra se aproxima de 0,7%, segundo a OMS. São taxas entre 3 e 20 vezes maiores que a da mortalidade da gripe comum (0,13%) e da gripe H1N1 (0,2%).

O gráfico mostrado representa a taxa de letalidade até agora. O surto de coronavírus está sendo pior que o H1N1 em 2009: naquela ocasião, houve 300 mortos associadas aos 77.000 primeiros casos (0,4%), mas com as mesmas infecções o coronavírus está associado a 2.200 mortes (2,8%). Isso é sete vezes mais. (Fonte: El País, site: https://brasil.elpais.com/ciencia/2020-03-03/como-o-coronavirus-se-compara-com-a-gripe-os-numeros-dizem-que-ele-e-pior.html)

Claro que são dados que não podem – e não devem – ser, de forma alguma, ignorados, ou negligenciados. Trata-se, sem dúvida alguma, de uma pandemia. E como em toda situação de pandemia, cada governo toma as medidas cabíveis para tentar suavizar os danos à saúde da população, procurando, quando possível, buscar um equilíbrio entre o dano causado pela pandemia, e aquele causado pela recessão econômica que sempre vem após uma pandemia de tais proporções, em que se torna necessário medidas extremas, como o isolamento social, e o fechamento de grande parte dos estabelecimentos de comércio, ensino, etc.

Esses dados precisam, claro, ser levados em consideração, entretanto, quero chamar aqui sua atenção para o papel da Igreja em meio à essa ou qualquer outra pandemia, em meio a qualquer situação de catástrofe ou calamidade que venha a cair sobre qualquer localidade onde a Igreja de CRISTO esteja presente.

Primeiramente há que se ter consciência de que o tratamento do SENHOR com a Igreja não segue o mesmo “modus operandi” que com o mundo, porque o SENHOR separou aqueles que são Seus dos demais, e há, para os filhos de DEUS, tremendas PROMESSAS DE DEUS em situações como essa que estamos enfrentando no momento. Ao longo da história da humanidade, vemos DEUS fazendo a diferença entre aqueles que O servem e obedecem, dos demais habitantes do mundo. Vejamos:

Quando o SENHOR estava para tirar o Seu povo (Israel) do Egito (que hoje, simboliza o mundo onde muitos estão escravizados), ordenou aos filhos de Israel que tomassem uma atitude, deu a eles uma ordem: sacrificar um cordeiro sem mancha e marcar com o sangue desse cordeiro, as vergas (umbrais) das portas de suas casas, e o Destruidor ao passar pelo Egito, naquela noite, poupou somente os filhos de Israel que obedeceram o mandamento de DEUS. Somente nas suas casas não ocorreu a morte de nenhum primogênito (ÊX. 12:1-13).

E servireis ao SENHOR, vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de ti as enfermidades.
(Êxodo 23:25)
Será, pois, que, se, ouvindo estes juízos, os guardardes e fizerdes, o SENHOR, teu Deus, te guardará o concerto e a beneficência que jurou a teus pais; e amar-te-á, e abençoar-te-á, e te fará multiplicar, e abençoará o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o teu cereal, e o teu mosto, e o teu azeite, e a criação das tuas vacas, e o rebanho do teu gado miúdo, na terra que jurou a teus pais dar-te. Bendito serás mais do que todos os povos; nem macho nem fêmea entre ti haverá estéril, nem entre os teus animais.
E o SENHOR de ti desviará toda enfermidade; sobre ti não porá nenhuma das más doenças dos egípcios, que bem sabes; antes, as porá sobre todos os que te aborrecem.
(Deuteronômio 7:12-15)
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas estarás seguro; a sua verdade é escudo e broquel. Não temerás espanto noturno, nem seta que voe de dia, nem peste que ande na escuridão, nem mortandade que assole ao meio-dia. Mil cairão ao teu lado, e dez mil, à tua direita, mas tu não serás atingido. Somente com os teus olhos olharás e verás a recompensa dos ímpios.
(Salmos 91:3-8)

Diante de promessas como essas, como é possível que, como Igreja de CRISTO, temamos o que está acontecendo ao mundo que jaz no maligno (1 João 5:19)?

Depois que JESUS estabeleceu Sua Igreja, algumas práticas fazem parte essencial da vida de todo aquele que é um discípulo (seguidor) de JESUS CRISTO:

  • Estar junto com outros discípulos e reunir-se como Igreja – Atos 2:38-47; 4:32-35; Hebreus 10:25;
  • Proclamar o Evangelho do Reino – Mateus 28:18-20; Marcos 16:15,16…

Em outras palavras, o discípulo de JESUS não pode e não deve, em hipótese alguma, isolar-se dos demais membros do Corpo de CRISTO, mesmo em meio a uma pandemia, ou a despeito de quaisquer ordens governamentais, porque a Palavra de DEUS está acima de qualquer ordenação humana.

Alguns há que não compreendem à luz da totalidade da Palavra de DEUS, o texto de Romanos 13:

Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridades que há foram ordenadas por Deus. Por isso, quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.
Romanos 13:1-2

O texto de Romanos 13 fala que devemos estar “sujeitos às autoridades superiores” (autoridades humanas), a sujeição, no entanto, não significa que devamos obedecer cegamente às autoridades humanas. A sujeição é total, sem sombra de dúvida, mas a obediência é relativa. Isto é, se a autoridade humana (em qualquer esfera) emitir uma ordem ou lei que seja contrária a uma direção explícita da Palavra de DEUS, o cristão deverá, sem dúvida, desobedecer a essa ordem ou lei, ainda que sujeito às penalidades que tal desobediência trouxer. Temos esse princípio muito claro ao longo da Bíblia. Apenas para citar algumas situações em que a obediência à DEUS causou a desobediência à uma autoridade governamental humana:

Pela fé, Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei.
Hebreus 11:23

Também em AT. 5:17-29,  quando proibidos de pregar em Nome de JESUS, os discípulos responderam que “é mais importante obedecer a DEUS do que aos homens”. Os discípulos não obedeceram a ordem recebida de não pregar o Evangelho, porque era uma ordem contrária à ordem dada pelo próprio SENHOR. Ainda assim, submeteram-se à pena (açoites e prisão) por terem desobedecido à ordem dada. Em países também onde governantes são contrários à sã doutrina e à Palavra de DEUS, e proíbem a prática da vida cristã, estipulando as piores penalidades para quem desacatar ou desobedecer sua determinação, normalmente em forma de uma lei, os cristãos sempre obedecerão à Palavra de DEUS e não a lei humana que contradiz a ordem Divina.

Sempre que formos confrontados com uma lei ou determinação governamental e esta for contrária à Palavra de DEUS, nossa atitude deverá ser sempre de obedecer à DEUS, mesmo que isso implique em desobedecer a toda lei e orientação humana, ainda que com isto, sejamos penalizados. Entretanto, se a lei ou determinação humana não contraria qualquer princípio da Palavra de DEUS, então, e só então, deverá ser seguida pelo discípulo de JESUS.

Avaliemos, agora, a questão da pandemia instaurada no mundo…
A ordem mundial é de isolamento social. É que as pessoas fiquem em suas casas, saindo apenas para o que for essencial. É que não visitem, nem recebam visitas, é que não se reúnam.

Ainda que a ideia passada seja de segurança – para a sociedade – para o cristão, para o discípulo de JESUS, a segurança está na obediência à Palavra de DEUS. E a ordem, ao longo do Novo Testamento, para os cristãos, é que “não se separem”, “não deixem de reunir-se como igreja”, “estejam juntos”, “vivem juntos”, etc… Essa ordem, na Palavra, não é apenas para tempos de bonança, de normalidade, mas é também, com toda certeza, para os momentos de crise, de calamidade, de perseguição (quando há)… E vemos que nos países onde o Evangelho de CRISTO é ilegal, os cristãos não deixam de reunir-se, mesmo com risco de perder a própria vida. E muitos até a perdem. Será que o princípio da Palavra de DEUS mudou, por conta de uma pandemia que, como todas as demais coisas, está debaixo do controle de DEUS? Será que aquELE que abriu o Mar Vermelho, que livrou Seu povo das pragas do Egito diminuiu o Seu poder e não pode, hoje, livrar Sua Igreja do coronavírus? Será que aquele que deu mais 15 anos de vida para o rei Ezequias não pode aumentar os anos de vida para Seus filhos? Aquele que curou Naamã da lepra, não pode eliminar, caso ocorra, a infeção do covid19?
Com toda certeza o poder de DEUS não mudou! JESUS CRISTO É o mesmo ontem, hoje, e será eternamente! Mas o fato é que, como está escrito: Quando vier o Filho do Homem, porventura achará fé na Terra? (Lucas 18:8)

O que acontece é que até mesmo os que se dizem cristãos já não acreditam no que DEUS afirma em Sua Palavra!
Se declaram cristãos, se dizem “crentes”, mas “não acreditam em DEUS”, não confiam em Suas promessas! E por isso não experimentam os Seus milagres!
Mas louvado seja o SENHOR, que, quando O obedecemos, quando lançamos mão de Sua Palavra e a colocamos em prática, vemos o resultado na confirmação do SENHOR em cumprimento à Sua Palavra.

Mesmo em meio à pandemia, o SENHOR É O MESMO! E podemos colher frutos da proclamação do Evangelho do Reino, e desfrutar do renovo do Espírito Santo, praticando a Sua Palavra…. A seguir, fotos de alguns momentos em que o SENHOR mostrou-nos, aqui em Foz do Iguaçu, mesmo em meio à pandemia, que Sua Palavra é a Verdade, acima de tudo e contra tudo o que possa, por vezes, intimidar alguns… Batismo da Patrícia, e do casal Rafael Madruga e Rosi Madruga:

Batismo_Paty_TatyBatismo_RafaelBatismo_Rafael_5Batismo_Rosi4Batismo_Rosi2Batismo_Rosi_1

Por fim, a pandemia mostrou-se uma ótima temporada para buscar ovelhas e pescar pessoas!


Sobre Carlos Alberto Bächtold

Cristão, natural de Joinville/SC, casado com Adriana B.S. Bächtold, com quem tem dois filhos, Daniel e Débora. Atua como professor pós-graduado na rede pública de ensino. Profeta, é responsável por alguns discípulos de CRISTO em Foz do Iguaçu, onde mantém residência, buscando cooperar com a expansão do Reino de DEUS sobre aqueles com quem se relaciona. Após o afastamento do trabalho da esposa, que teve que ser submetida à dois transplantes de córnea, cujo quadro clínico é irreversível (para a medicina), decidiu ampliar este site, antes apenas de artigos sobre o Reino, para oferecer às famílias homeschoolers os cursos de matemática desenvolvidos por sua esposa e por ele diagramados e colocados nesta plataforma.
Esse post foi publicado em verdade. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s