China, a Caixa de Pandora do Mundo e nossa obediência ao Evangelho


China, a “Caixa de Pandora” do Mundo

Um irmão em CRISTO me enviou um vídeo de uma reportagem norte-americana, onde a repórter denuncia o Partido Comunista Chinês como o principal culpado pela pandemia do covid19 (como é chamado o vírus corona), e a cumplicidade da OMS (Organização clip_image002Mundial de Saúde), aceitando e repassando as falácias noticiadas pelo governo chinês em relação às infecções e origens do vírus.

De acordo com “Isto É” (https://istoe.com.br/) várias epidemias virais importantes surgiram na China nas últimas décadas, assim como o novo coronavírus, que apareceu em dezembro na cidade de Wuhan (centro). Vejamos alguns deles:

· 2003: SARS – O vírus da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) surge no final de 2002 no sul da China depois de ser transmitido por morcego, seu “reservatório natural”, para o homem pelo civet asiático de palma, um mamífero selvagem que é vendido nos mercados do sul da China por causa de sua carne. Esse “coronavírus” (vírus em forma de coroa) é terrivelmente contagioso e causa pneumonias agudas, às vezes fatais. Desde 2003, causou uma verdadeira psicose na Ásia, principalmente na China, Hong Kong e Singapura.

· 1997: gripe aviária A (H5N1) – A gripe aviária A (H5N1) matou pela primeira vez em Hong Kong em 1997, e fez seis vítimas fatais. Em seguida, reapareceu em 2003 no sudeste da Ásia, com um total de 282 mortes em 468 casos em 15 países (balanço da OMS para 2003-2009).

· 1968: gripe de Hong Kong – Um novo vírus da gripe tipo A (um dos três tipos de gripe sazonal) se espalha desde julho de 1968 em Hong Kong, onde infecta meio milhão de pessoas, ou seja, 15% da população, antes de se espalhar para a Ásia e depois para os Estados Unidos e Europa. O saldo dessa pandemia é estimado em um milhão de mortes (número citado pela agência dos Estados Unidos para vigilância e prevenção de doenças, CDC).

· 1957: gripe asiática – Os primeiros casos dessa gripe, também do tipo A, foram detectados em fevereiro de 1957 na província chinesa de Guizhou (sudoeste). O vírus então se espalha por toda a China e por toda a Ásia e depois em todo o mundo, causando a pandemia mais importante desde a gripe espanhola de 1918, com um total estimado de 1,1 milhão de mortos (segundo CDC).

Ainda segundo outra fonte de notícias (A Folha de São Paulo): “houve também outras três pandemias, menores, com cerca de 1 milhão de mortes cada uma, que seguramente se originaram na China: a gripe russa (H2N2), entre 1889 e 1890, a gripe asiática (H2N2), entre 1956 e 1957 e a gripe de Hong Kong (H3N2), entre 1968 e 1970”. É interessante que parte dessa notícia, ainda afirma o seguinte: “O novo coronavírus só saiu da China e chegou à Europa porque havia interesses econômicos entre os dois. Agora já é algo que envolve a todos nós, é global”.

Origem da notícia:

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/alem-da-covid-19-peste-bubonica-e-pandemias-de-gripe-tem-raizes-na-china.shtml).

Vale a pena ler também:

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2020/01/22/as-grandes-epidemias-que-ja-surgiram-na-china.htm

A cumplicidade da OMS (Organização Mundial de Saúde) em divulgar o que a China queria que fosse divulgado, mostra-nos tão somente uma “ponta do iceberg” dos males que flagelam a humanidade… Há, desde a queda do homem, um planejamento por parte do “príncipe deste mundo” em destruir a humanidade, enredando-a na mentira, no engano, e levando o máximo de pessoas à morte. E para levar a cabo tal planejamento de morte e destruição, satanás tem operado através da unidade entre seus agentes, entre seus representantes…

É interessante vermos em nossos dias uma realidade dita por JESUS na passagem a seguir:

Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá. E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?

Mateus 12:25-26

Se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir;
e se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir.

Marcos 3:24-25

Mas, conhecendo ele os seus pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo será assolado; e a casa dividida contra si mesma cairá.

E, se também Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois dizeis que eu expulso os demônios por Belzebu.

Lucas 11:17-18

Satanás, como querubim que é, conhece os princípios do mundo espiritual, e sabe que somente através da unidade de propósito, é que se alcança o sucesso em qualquer empreitada envolvendo mais de uma pessoa. Vemos isso acontecendo lá em Gênesis, quando os homens, que falavam apenas uma língua, se uniram para construir a Torre de Babel. A humanidade inteira se uniu com um propósito, que, aliás, era contrário à ordem dada por DEUS, que era de “encherem a terra”… Eles resolveram ficar num só lugar, e foi necessária a intervenção Divina, confundindo as línguas, para que a empreitada fosse encerrada.

Posteriormente, quando JESUS ordena que Seus discípulos fiquem em Jerusalém “até que sejam revestidos de poder do Alto”, e quando eles decidem “ficar em Jerusalém após terem sido revestidos de poder”, novamente há a intervenção Divina para que obedeçam à ordem de DEUS de “ir por todo o mundo” (Atos 1:8; 8:1-4).

Agora, ainda que por uma “pandemia”, o povo do mundo todo é convocado a “ficar em suas casas”… O que será necessário que DEUS faça para que O obedeçamos?

Desde os primórdios da civilização, entretanto, os agentes de satanás têm se unido com o propósito de levar o homem à não dar crédito à Palavra de DEUS, aos Seus mandamentos, se rebelando contra ELE. Isso em todas as áreas da vida humana.

É lamentável ver, no entanto, que embora de um lado os agentes de satanás estejam trabalhando “unidos” com o propósito de levar a cabo a mentira e destruição de satanás, por outro lado, aqueles que se dizem agentes e cooperadores de DEUS, têm estado divididos, promovendo não a obediência à Palavra de DEUS, não a unidade pela qual JESUS morreu (João 11:51,52), pela qual JESUS orou (João 17:20-22), enfatizada pelo apóstolo Paulo (1 Coríntios 1:10), mas justamente o contrário.

É impressionante como satanás tem conseguido, de forma sutil, implantar o seu próprio “comércio” no coração humano, mesmo daqueles que acreditam que amam a DEUS, mas que demonstram o contrário (João 14:23). Se cumprindo, assim, o que há muito tempo já fora profetizado pelo próprio apóstolo Paulo:

Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si.

Atos 20:29-30

clip_image004Essa é a razão pela qual as trevas crescem e prevalecem tão assustadora e velozmente sobre a Terra, sobre a sociedade e sobre as próprias religiões, pois estas últimas têm sido, ao longo do tempo, uma maneira sutil pela qual satanás tem mantido muitos filhos de DEUS em uma infância prolongada, impedindo-lhes o crescimento (1 Coríntios 3:1-3), pois mantendo-os como “meninos”, estes jamais se tornarão “jovens” para vencê-lo (1 JO. 2:13,14) mantendo-se divididos, e procurando satisfazer sua carnalidade (TG. 4:1-4).

É tempo de os filhos de DEUS se levantar contra todas as astúcias de satanás, porque para isto o filho de DEUS se manifestou, para desfazer as obras do diabo. Essa declaração não diz respeito somente ao nosso SENHOR JESUS, o Filho de DEUS, mas a cada filho de DEUS gerado pela ação da Palavra de DEUS (1 PE. 1:23) e pela ação do Espírito Santo, aqueles que entraram pela porta (AT. 2:38) e que querem, de fato, retomar a vida que o SENHOR planejou para Seu Corpo, Sua Igreja.

A Palavra de DEUS nos fala em Apocalipse que os discípulos de JESUS “não amaram suas vidas até a morte”…

Será que, de fato, não amamos nossas vidas, e estamos dispostos a morrer (fisicamente falando), para obedecer a Palavra de DEUS?

clip_image006Numa situação como a que estamos vivendo, em que há a recomendação para que “não saiamos de nossas casas, para não sermos infectados com um vírus que pode causar a morte”, estamos dispostos a nos arriscar, saindo dela para obedecer o que a Palavra nos diz em Hebreus 10:25 (não deixar de reunir como igreja)? Se a obediência à Palavra, se para viver como igreja tivermos que enfrentar a própria morte, estamos dispostos? Ou somos covardes e vamos dar a desculpa que é o tempo de a Igreja ficar na segurança de suas casas?

A igreja se prepara como noiva, não é “ficando em segurança”, mas é “produzindo atos de justiça”, é obedecendo à Palavra, não amando sua própria vida, ao ponto de encarar a morte (AP. 12:11).

Convoco você a se posicionar diante do SENHOR! Aplique teu coração ao teu caminho. Até onde você está disposto a “obedecer ao Evangelho”?

Sobre Carlos Alberto Bächtold

Cristão, natural de Joinville/SC, casado com Adriana B.S. Bächtold, com quem tem dois filhos, Daniel e Débora. Atua como professor pós-graduado na rede pública de ensino. Profeta, é responsável por alguns discípulos de CRISTO em Foz do Iguaçu, onde mantém residência, buscando cooperar com a expansão do Reino de DEUS sobre aqueles com quem se relaciona. Após o afastamento do trabalho da esposa, que teve que ser submetida à dois transplantes de córnea, cujo quadro clínico é irreversível (para a medicina), decidiu ampliar este site, antes apenas de artigos sobre o Reino, para oferecer às famílias homeschoolers os cursos de matemática desenvolvidos por sua esposa e por ele diagramados e colocados nesta plataforma.
Esse post foi publicado em verdade. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s