UMA CIDADE, UMA IGREJA


Leitura: MT. 16:18, 19; 18:15-20;  AT. 1:8-14; 2:1,2, 36-47; 4:32-25; 8:1;
RM. 1:7; 16:1, 5; 1 CO. 1:2, 10; 3:1-3; e referências

O homem é, por natureza, um indivíduo religioso, com uma sensibilidade espiritual que o impulsiona a buscar o sentido da vida em algo mais além dos seus sentidos físicos.

Por conta disto, desde os primórdios das civilizações humanas vemos, em cada sociedade um ou mais sistemas religiosos presentes, com o homem buscando uma forma de se “religar” ao Criador.

Desde a queda de Adão no Éden, quando ele não creu na Palavra de DEUS, dando crédito às palavras de sua mulher (GN. 3:17), o homem tem dentro de si um vazio que só pode ser preenchido pela Presença de DEUS. Infelizmente, porém, a humanidade tem muitas vezes confundindo manifestações celestiais  (de seres celestiais) com manifestações “Divinas”, e isto tem levado milhares de pessoas ao erro, pois nem todos os seres celestiais aproximam o homem de DEUS.

A Bíblia Sagrada nos revela que dentre os seres celestiais criados por DEUS, houve um “querubim” que se ensoberbeceu por causa de sua beleza e glória (luz) e que, ao querer a adoração que só a DEUS pertence, foi expulso de sua posição junto ao trono de DEUS, sendo lançado para a Terra, trazendo com ele, em sua queda, uma terça parte dos seres celestiais criados, conforme lemos em: IS. 14:12-15; EZ. 28:13-17; EF. 2:1-3; 2 CO. 4:4; EF. 6:12; DN. 10:13, 20, 21; etc.

Também encontramos no livro de Jó (1:6,7) que Satanás vive a “passear pela Terra”, o que mostra que, contrariamente ao pensamento popular, Satanás não está no inferno como pensa a maioria das pessoas. O diabo está, de fato, “passeando pela Terra”. De acordo com a Palavra de DEUS, ao passear pela Terra, Satanás dá ordens aos seus espíritos celestiais malignos para que estes influenciem (ou até mesmo possuam) os seres humanos com o propósito de profanar o santuário de DEUS (corpo humano) e destruir o homem. DEUS formou o homem à Sua Imagem e Semelhança com o propósito de habitar dentro do homem (GN. 1:26-28; JO. 14:23. 1 CO. 3:16), e o Diabo quer, por todos os meios, profanar aquilo que DEUS criou (MC. 5:1-9; EZ. 28:18).

Na realidade Satanás (hebraico=opositor, inimigo, adversário, oponente) se opõe ao propósito de DEUS para o homem. Assim como Lúcifer perdeu sua luz (sua glória) ao pecar (EZ. 28:17,18), também enganou Eva levando-a a não acreditar na palavra de DEUS que Adão lhe havia transmitido, a mulher, então, levou também o próprio Adão a não acreditar no que DEUS havia falado, pois Adão acreditou na mulher e não em DEUS (GN. 3:17) e como consequência, quando pecaram, também eles foram “destituídos da glória de DEUS”
(RM. 3:23).

Desde então, o Diabo (grego=caluniador, mentiroso – JO. 8:44) passou a ser o governante dos reinos deste mundo (LC. 4:5, 6; AP. 12:12b). Desde então há um “grande conflito” na Terra, e o homem está no centro desse conflito, dia após dia o homem é colocado diante de uma decisão: crer ou não em JESUS, acreditar na verdade que tem origem em DEUS, ou na mentira que tem origem no Diabo. Lá no Éden, Adão escolheu acreditar na mulher e não em DEUS, ele deu ouvidos à voz de sua mulher (GN. 3:17) que, por sua vez, acreditou nas palavras da “serpente” (GN. 3:4, 13; 2 CO. 11:3).
Depois de Adão, encontramos seus filhos, Caim e Abel demonstrando em ações no que acreditavam… Ao matar um cordeiro para cobrir a nudez de Adão e Eva com sua pele (GN. 3:21; AP. 13:8) DEUS deu a Adão uma esperança, pois esse cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo apontava para o Cordeiro de DEUS que haveria de vir (JO. 1:29). Muito provavelmente Adão transmitiu a seus filhos essa esperança, assim como a necessidade de oferecer a DEUS um sacrifício, pois “sem derramamento de sangue não há remissão” (HB. 9:22). Adão sabia que a Terra havia sido amaldiçoada por sua causa (GN. 3:17b), e que um inocente deveria morrer pelo pecado do homem. Abel acreditou nisso, e consequentemente ofereceu a DEUS do primogênito de suas ovelhas (GN. 4:4). Caim não acreditou, por isso decidiu oferecer o produto da Terra (GN. 4:3).

Depois, ao longo da história humana, vemos duas gerações se desenvolvendo sobre a Terra: uma que crê na Palavra de DEUS e a põe em prática (TG. 1:22; 1 PE. 1:22) e uma geração que não acredita, não crê na Palavra de DEUS e, por isso mesmo, vive uma vida alheia aos propósitos e desígnios de DEUS.

Para enganar os homens, desde os primeiros povos que surgiram, Satanás tem levantado homens que, com astúcia, enganam as pessoas e as levam a seguir “doutrinas de demônios” (1 TM. 4:1-3; 2 PE. 2:1-3) afastando-as da sã doutrina (RM. 16:17, 18; EF. 4:14…).

Uma prova disto podemos constatar ao vermos, na cidade onde moramos, várias práticas religiosas, vários grupos religiosos, vários templos… A sociedade chama esses templos e esses grupos de “igrejas”, simplesmente porque desconhece a verdade. De acordo com a Palavra de DEUS, em cada cidade pode haver apenas uma Igreja, e esta é edificada unicamente por CRISTO.

Resultado de imagem para qual a religiao de JESUSA edificação da Igreja que CRISTO edifica se dá seguindo a alguns princípios específicos, a saber:

  • JESUS É o único fundamento ─ (1 CO. 3:11);
  • A “base” sobre a qual a Igreja de CRISTO é edificada é a localidade, isto é, uma cidade, uma Igreja ─ MT. 16:18; 18:15-17; AT. 2:42-47; 8:1;
    RM. 16:1, 5, 23; 1 CO. 1:2. AP. 2:1; TT. 1:5; e referências
    .
  • A sã doutrina é ensinada e os ministérios têm o único objetivo de edificar o Corpo de CRISTO (Igreja) ─ EF. 4:11-16 ─ e não uma instituição religiosa.
  • A Igreja não é uma religião deste mundo, não é uma instituição humana, é, sim uma instituição Divina, é o Corpo de CRISTO, e como tal não está sujeita aos conceitos da sociedade onde os discípulos de CRISTO vivem.

Ao olharmos Apocalipse 17 vemos ali a menção de uma mulher assentada sobre uma besta… É interessante perceber que, enquanto a “noiva do Cordeiro” (a Igreja) vista por João em Apocalipse é “feita de ouro e pedras preciosas, essa mulher está apenas “adornada” com ouro e pedras preciosas (AP. 17:4), e ainda mais, esta mulher está assentada sobre uma besta (animal) que está cheio de nomes de blasfêmias (Blasfêmia é tudo aquilo que ofende a DEUS). Apocalipse 17:5 diz que essa mulher é “a mãe das prostituições e abominações da Terra”… Em outras palavras, é a “prostituta-mãe”… Ora, se ela é “mãe” é porque tem “filhas” a quem o texto chama de “prostituições”… O que são essas prostituições, senão a tentativa que o homem vem fazendo ao longo dos anos, em unir a Igreja ao mundo, através da institucionalização da Igreja, isto é, pegando aquilo que é santo e puro (a Virgem endereçada a CRISTO, que Paulo cita em 2 Coríntios), e transformando em uma “prostituta”, colocando nela um rótulo, um nome “social”, um CNPJ, e apresentando-a, assim, “ao mundo”? Em Tiago 4 lemos que “a amizade do mundo” é “inimizade contra DEUS”, e DEUS chama os amigos do mundo de “adúlteros” (TG. 4:4).

É interessante a questão citada em Apocalipse da besta cheia de nomes de blasfêmias… Ou seja, coisas que ofendem a DEUS… Ora, a Palavra de DEUS desde o Antigo Testamento, e no Novo Testamento muito mais, prima pela Unidade entre o povo de DEUS, entre os filhos de DEUS. Então Satanás, com sutileza, cria as “religiões”, as chamadas “igrejas” (instituições religiosas) que ofendem a DEUS, ainda que tenham nomes ou títulos muito “espirituais” ou piedosos.

Vale a pena considerar esse assunto diante do SENHOR, lembrando que toda a planta que não foi plantada por DEUS será arrancada. Incluem-se aqui todas as religiões, seitas, divisões, instituições religiosas, e tudo o que o homem tem feito com o fim de querer tornar a Igreja algo pertencente a este mundo.

Se você está em uma instituição religiosa, precisa sair do aprisco e correr para CRISTO – JO. 10:1-9. JESUS convida Suas ovelhas a ouvirem a Sua voz e a saírem do aprisco em direção a ELE, pois ELE É a porta das ovelhas. 

Em sua cidade, não importa qual seja, só pode haver uma única Igreja. JESUS É quem edifica a Sua Igreja, não o homem… Busque nELE a revelação do Seu Reino, da Sua Vontade, do Seu Corpo… Deixe a mentira, o engano, a religião, e mergulhe em CRISTO!!!


Sobre Carlos Alberto Bächtold

Cristão, natural de Joinville/SC, casado com Adriana B.S. Bächtold, com quem tem dois filhos, Daniel e Débora. Atua como professor pós-graduado na rede pública de ensino. Profeta, é responsável por alguns discípulos de CRISTO em Foz do Iguaçu, onde mantém residência, buscando cooperar com a expansão do Reino de DEUS sobre aqueles com quem se relaciona. Após o afastamento do trabalho da esposa, que teve que ser submetida à dois transplantes de córnea, cujo quadro clínico é irreversível (para a medicina), decidiu ampliar este site, antes apenas de artigos sobre o Reino, para oferecer às famílias homeschoolers os cursos de matemática desenvolvidos por sua esposa e por ele diagramados e colocados nesta plataforma.
Esse post foi publicado em verdade. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s