A MISSÃO DE UM DISCÍPULO DE JESUS


Leitura: MT. 28:18-20; MC. 16:15,16; AT. 1:8; 2:38-41; 1 PE. 2:9

Nos momentos finais do SENHOR JESUS aqui na Terra, antes de ascender aos céus, ELE delegou aos Seus discípulos uma missão…
JESUS lhes deu a seguinte ordem: “Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que EU vos tenho mandado…” (MT. 28:19)

Para cumprir essa missão, cada discípulo de JESUS deve ser “uma testemunha” de JESUS (AT. 1:8), anunciando as virtudes daquEle que nos chamou das trevas para Sua maravilhosa luz (1 PE. 2:9). Não é necessário ser um “pregador eloquente”; basta partilhar com as pessoas com quem convive, o que JESUS tem feito em sua própria vida – JO. 4:29-42.

Quatro Ações / Atitudes

Cada discípulo de JESUS, após ter experimentado o novo nascimento, ter sido batizado, ensinado e revestido pelo Espírito Santo, deve manifestar quatro atitudes:
1a. Atitude – “Ide”! Esse verbo está no imperativo, indicando uma “ordem”, um “mandamento”. Ide indica que é preciso “ir”, mover-se em direção aos homens, às pessoas que não estão sob o governo de DEUS. Isto se aplica tanto à incrédulos quanto à religiosos. “Ir” é “sair” da comodidade e do conforto e “lançar a semente”, semear a Palavra de DEUS – MC. 4:14.

2a. Atitude – “Ensinai” ou “fazei discípulos” – MT. 28:19. Essa ação de “ensinar”, aqui, estsá referindo-se à doutrina de JESUS CRISTO (2 JO. 9,10; AT. 2:42; 1 TM. 6:3-10; …), e não à qualquer filosofia, dogma ou ensinos dos homens, voltados ao lucro e ao interesse próprios. É ensinar o que JESUS ensinou, o que os apóstolos ensinaram, o que a Bíblia ensina… não “torcendo” as Escrituras de acordo com a conveniência humana.

3a. Atitude – “Batizando-os”. Quem faz um discípulo de JESUS é responsável por “batizar” e “cuidar” do neófito (novato na fé).

4a. Atitude – “Ensinando-os a guardar todas as coisas que EU vos tenho ordenado”. É preciso que o discípulo aprenda “todas as coisas que JESUS ensinou e mandou”.

Nessas quatro atitudes podemos diferenciar os discípulos de JESUS dos demais religiosos, dos que ensinam “doutrinas dos homens” em contra-posição à doutrina de CRISTO (MT. 15:9,13,14).

Que tipo de doutrina estamos recebendo?
Em nossos dias as pessoas correm de uma parte para outra, buscam ouvir algo que faça com que “se sintam bem”… Que “massageie seus egos”, que lhes dê esperança

Em troca disto, multidões estãos dispostas a investir tudo o que têm, e muitos têm se servido desa ânsia do ser humano pelo sobrenatural, pelo “diferente”, para criar seus sistemas religiosos capitalistas, com os quais têm enriquecido às custas do dinheiro alheio e da ignorância do povo.

Pseudo-pastores (se fossem verdadeiros, iriam conduzir o povo à uma só fé – EF. 4:2-6, 11-16 – e não à tantos “tipos de fé” diferentes) têm conduzido as pessoas por meio de ensinos contrários à Palavra de DEUS, pois têm torcido o sentido das Escrituras de acordo com suas conveniências. Têm mistificado o mundo espiritual e induzido multidões ao engano, torcendo ou invertendo aquilo que a Palavra de DEUS nos ensina.

Os dízimos e ofertas que os apóstolos usavam para surir as necessidades dos discípulos (AT. 2:45; 4:32-35), hoje são usados para construir e manter belos e suntuosos templos. Um desperdício de recursos, se compreendermos Atos 7:48 e 17:24.

Objetos “ungidos” são apresentados ao povo como tendo “influência sobrenatural” ou “poderes místicos” para socorrer as pessoas em seus dilemas. Assim, um “sabonete ungido” pode ajudar quem lavar-se com ele, curando doenças ou coisas do tipo. Uma “caneta ungida” seria uma grande ajuda para “passar em concursos públicos” e nas “provas escolares”, etc. Pura “feitiçaria gospel”!

Lançam sobre diversos objetos a força psíquica de suas almas, para atender suas conveniências e desejos, e ousam usar DEUS e Sua Palavra para justificar os absurdos praticados por sua religião.

No passado, a chamada “Igreja Católica Apostólica Romana” usou a ignorância de seus fiéis para matar milhares de cristãos e queimar milhares de Bíblias, no período da história chamada “Inquisição”. Depois, no período das “Cruzadas”, mandou milhares de pessoas ao genocídio. Mas tudo isso foi feito “em Nome de Deus”… E há quem considere essa religião como sendo a “Igreja de JESUS” citada em Mateus 18. Quão longe estão da verdade! Veja-se, por exemplo, o mandamento para os “bispos” em 1 Timóteo 3:1-10… E compare com a prática do catolicismo romano…

O mesmo ocorre com as outras religiões! Sempre usam passagens bíblicas fora do seu contexto para criar suas doutrinas, tais como dizer que o “templo” é “a casa de DEUS”, usando o Salmo 122:1 associado com 1 Timóteo 3:15, ignorando, de todo, o que está dito em Atos 7:48 e 17:24 associado com Hebreus 3:6 e 1 Pedro 2:5.

Além, é claro, de muitos outros textos que são torcidos para atender Às suas próprias conveniências. Atualmente surgem grupos e filosofias, religiões e templos… Há crenças para todos os gostos… Entretanto, cada uma e todas elas são reprovadas por DEUS e pela Sua Palavra, pois “DEUS não é Deus de confusão” – 1 Coríntios 14:33.

Sobre Carlos Alberto Bächtold

Cristão, natural de Joinville/SC, casado com Adriana B.S. Bächtold, com quem tem dois filhos, Daniel e Débora. Atua como professor pós-graduado na rede pública de ensino. Profeta, é responsável por alguns discípulos de CRISTO em Foz do Iguaçu, onde mantém residência, buscando cooperar com a expansão do Reino de DEUS sobre aqueles com quem se relaciona. Após o afastamento do trabalho da esposa, que teve que ser submetida à dois transplantes de córnea, cujo quadro clínico é irreversível (para a medicina), decidiu ampliar este site, antes apenas de artigos sobre o Reino, para oferecer às famílias homeschoolers os cursos de matemática desenvolvidos por sua esposa e por ele diagramados e colocados nesta plataforma.
Esse post foi publicado em Alimento, Bebel, Buda, Cozinha, discípulos, dons, engano, entrar, estudos, Governo de CRISTO, igreja, islamismo, liderança, mentira, ministérios, profecia, profetas, religião,, sair, satanás. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A MISSÃO DE UM DISCÍPULO DE JESUS

  1. Caro Luís Carlos Matos (LCM),
    Muito me alegra o fato de expressar um tal conhecimento das Escrituras, ainda que seja necessário discordar de você em relação a algumas coisas que menciona em seu discurso…
    Em relação ao fundamento, a Bíblia é muitíssimo clara em dizer que “ninguém pode por outro fundamento além do que já está posto, o qual é JESUS CRISTO” ─ 1 Coríntios 3:11.
    Além disso, não posso admitir que um líder da chamada igreja católica apostólica romana, denominado “papa” se arrogue sucessor de Pedro por diversas razões… Mas, de momento, basta sabermos que Pedro era casado, e o papa, pelo contrário, é solteiro. A Bíblia ordena que o bispo seja casado, e os bispos “católicos” não casam – veja Mateus 8:14, onde JESUS cura a “sogra de Pedro”, e 1 Timóteo 3:2 e Tito 1:7, onde há explicitamente a ordem de que “o bispo seja casado com uma só mulher”, e tenha seus filhos em sujeição… E a Palavra ainda fala: “porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?” ─ 1 Timóteo 3:5.
    Em relação à prática da verdadeira Igreja, Luís, encontramos em Atos 4:34 que “entre os discípulos não havia necessitado algum”, porque entre os cristãos primitivos – exemplo a ser seguido por nós – os bens havidos são para que supramos uns as necessidades dos outros… Quem tem mais precisa repartir com quem tem menos… A verdadeira Igreja, Luís, não é uma instituição que junta tesouros e propriedades na terra, como fazem todas as religiões, contrariando o mandamento de JESUS em Mateus 6:19… Aquilo que recebemos, além das nossas necessidades, é para que possamos suprir as necessidades dos outros discípulos de CRISTO. Essa é nossa prática e vivência… Contra fatos, não há argumentos… Temos procurado viver a prática da vida da Igreja, porque é assim que a Palavra nos ensina (Atos 2:42-47; 4:32-35; 1 João 3:17; Deuteronômio 15:7-8; 2 Coríntios capítulos 8 e 9). Não participamos de qualquer instituição religiosa, porque a Igreja de CRISTO é um “organismo vivo” e não uma “organização”… A Igreja não precisa de templos porque “nós somos o templo do Espírito Santo” (1 Coríntios 3:16). Entendemos pela Bíblia que “a casa de DEUS somos nós, e que DEUS não habita em templos feitos por mãos humanas” (Hebreus 3:6; Atos 7:48; 17:24).
    Espero, sinceramente, que o SENHOR JESUS traga a você clareza sobre o Seu propósito para sua vida… Um forte abraço…

    Curtir

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s