Como nossas crianças estão se identificando?

Mensagem Subliminar x Ocultismo

Caro(a) leitor(a), quero neste artigo chamar sua atenção para um tema ignorado pela maioria da população não apenas do Brasil, mas até mesmo do mundo. Trata-se do que chamamos de mensagem subliminar. Inicialmente, vamos estar esclarecendo o que são mensagens subliminares…

Mensagens subliminares são aquelas que os sentidos humanos não conseguem perceber de forma consciente, assim, a mensagem atinge outra parte do cérebro humano subconsciente. O termo foi inventado por James Vicary, um especialista em marketing americano, no ano de 1957.

Vicary desenvolveu uma técnica chamada de “projeção subliminar”, onde imagens intencionais impossíveis de se perceber de forma consciente eram projetadas em frações de segundo em uma seção de cinema. As frases escolhidas foram “Drink Coke” (beba coca-cola) e “Eat Popcorn” (coma pipoca). Resultado: Nas noites em que foi feita a experiência, as vendas de pipoca aumentaram em 57,7%, e as de Coca-Cola em 18,1%.

Mensagem subliminar é aquela que trabalha com o subconsciente das pessoas. A mensagem captada é assimilada sem nenhuma barreira consciente, assim, o indivíduo age não como se estivesse hipnotizado, pois ele não perde a consciência, mas sim, com tendências subjetivas para tomar certa atitude. 

platos-grandes-monster-high É importante ressaltar que a mensagem subliminar trabalha unicamente com o subconsciente, portanto, qualquer impressão consciente que uma imagem provoca no indivíduo não pode ser considerada como mensagem subliminar. Em muitos casos, as pessoas tentam encontrar significados em mensagens que não possuem nada de mais. Esse mecanismo é chamado de auto ilusão, onde uma pessoa costuma usar de seu conhecimento, vivências e suas opiniões pessoais para imprimir suas ideias naquilo que ela está analisando – a mensagem, mudando completamente seu sentido real.

No Brasil, não existe nenhuma lei que proíba de forma direta qualquer tipo de propaganda subliminar, no entanto, a legislação acredita que a propaganda subliminar fere o que diz o artigo 20 do Código de Ética dos Publicitários, onde diz que todas as mensagens devem ser ostensivas e assumidas (explícitas). Assim, no contexto legal, a mensagem subliminar é vista como um elemento antiético e inconstitucional, visto que o espectador não pode usar seu direito de escolha por não estar consciente de sua existência.

O fato de que não hajam em nosso país leis que proíbam o uso de mensagens subliminares, bem como o total desconhecimento por parte de nossos cidadãos quanto à influência que tais mensagens (quer sejam por meio de músicas, quer por meio de desenhos e símbolos), tem permitido que muitas mensagens ocultistas e símbolos contrários à fé cristã sejam propagados como um verdadeira praga.

O que muitos ignoram, é que o comportamento não apenas das crianças, mas também dos adultos é influenciado e paulatinamente modificado por meio de tais simbologias, que trazem por trás de si pactos macabros e influências espirituais malignas para a vida de nossas crianças.

Monsterhigh_1 Sou educador e professor, e tenho me espantado com o índice de “caveiras”, “vampiros” e outros “monstrinhos” que estão adornando o material das crianças… Refiro-me à marca “Monster High”…

Não é de admirar, pois, quando essas mesmas crianças relatam suas perturbações noturnas, pesadelos, medos, etc… Não sabem que por trás de tais simbologias macabras, o mal invade sorrateiramente suas vidas, seus sonhos, e até mesmo seu comportamento.

Como é que pais que se dizem cristãos compactuam com simbologias que evocam a morte, e criaturas infernais como essas? Sinceramente não compreendo! Mas no próximo artigo mostraremos como essas coisas aparentemente “inocentes” estão levando famílias inteiras à destruição.

Indagando uma de minhas alunas, esta me disse: “Ah, professor, é bonitinha!”. Mas perguntando se gosta de “vampiros”, e “monstros noturnos”, prontamente disse que não, e, pior ainda, que tinha medo! Ora, a Bíblia nos fala que, para enganar os homens, o próprio diabo se transfigura em anjo de luz...” (veja 2 Coríntios 11:14). Como não esperar que, para alcançar nossas crianças, os agentes do maligno também “disfarcem” os monstros de forma a torná-los “atraentes”? Entretanto, por mais belos que sejam tais desenhos e personagens, trazem por trás de si uma realidade oculta miserável. Pois, analisando bem, o que é um vampiro? Nada mais é que um morto-vivo, uma pessoa sem alma, alguém amaldiçoado cuja alma está presa pelo diabo, e agora vaga pela noite alimentando-se de sangue. O mesmo princípio se aplica aos duentes, gnomos, bruxinhas, etc… Que povoam muitas casas, mas somente as casas daqueles que não conhecem a DEUS e À Sua Palavra. Monsterhigh_2

Pergunto-lhe, caro(a) leitor(a)? E na sua casa? O mal não está ali disfarçado? No material de seu filho ou de sua filha? O que você faz para protegê-lo(a) da influência do maligno? Pense nisto!!!

Sobre Carlos A. Bächtold

Sou um discípulo de JESUS CRISTO. Casado com Adriana Bahiense Scansetti Bächtold, temos dois filhos: Daniel e Débora. Atualmente resido em Foz do Iguaçu, onde busco ser semelhante a JESUS, crendo em tudo o que ELE ensinou e obedecendo a tudo o que ELE ordenou. Para isso busco viver segundo o Evangelho do Reino, procurando fazer discípulos por onde vou. No momento atuo como professor de ensino fundamental na Rede Municipal de Educação.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Seu comentário e opinião são importantes:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s